segunda-feira, 26 de setembro de 2011

ZUMBIDOS NO OUVIDO, LABIRINTITES, TONTURAS, DORES DE CABEÇA

Ultimamente tenho ouvido muitas queixas sobre zumbidos, tonturas, labirintites, dores de cabeça, falte de sono e ou sono excessivo, fadiga, astenia, a lista anda grande!!!




Achei estas imformações interessantes por isso estou postando no Blog.
Na maioria dos casos aconteceu o seguinte:
O otorrino, após audiometria, disse que estava tudo normal e que o problema deveria ser da mandíbula, devido à mordida irregular.


O dentista fez uma placa que melhoraria a mordida, para dormir...e nada.


O neurologista disse que era estresse...e nada~
^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

Zumbidos no ouvido - Culpa da glândula pineal

Publicado -Mens Sana in Corpore Sano
                                                                                                                                                                                     
A glandula pineal está localizada no meio do cérebro, na altura dos olhos. Ela é um órgão cronobiológico, um relógio interno. Como ela faz isso? Captando as radiações do Sol e da Lua. A pineal obedece aos chamados Zeitgebers.

Por exemplo, o Sol é um Zeitgeber externo ( s. sinal ambiental (a ocorrência da luz e escuridão) que ajuda a regular os ciclos do relógio biológico de um organismo) que rege as noções de tempo e que influencia a pineal, regendo o ciclo de sono e de vigília, quando esta glândula secreta o hormônio melatonina. Isso dá ao organismo a referência de horário.

Existe também o Zeitgeber interno, que são os genes, trazendo o perfil de ritmo regular de cada pessoa.

Nós vivemos em três dimensões e nos relacionamos com a quarta, através do tempo. A pineal é a única estrutura do corpo que transpõe essa dimensão, que é capaz de captar informações que estão além dessa dimensão nossa.



Para Descartes é o ponto em que a alma se liga ao corpo, até na questão física há uma lógica que é esta glândula que lida com a outra dimensão, e isso é um fato.



Todos os animais têm essa glândula; ela os orienta nos processos migratórios porque sintoniza o campo magnético. Nos animais, a glândula pineal tem fotorreceptores iguais aos presentes na retina dos olhos, porque a origem biológica da pineal é a mesma dos olhos, é um terceiro olho, literalmente.



Os cientistas Vollrath e Semm, que têm artigos publicados na revista científica Nature, de 1988, comprovam que a pineal converte ondas eletromagnéticas em estímulos neuroquímicos.



O espiritual age pelo campo eletromagnético, se há uma interferência espiritual por exemplo, se dá justamente pelo campo eletromagnético. As interferência acontece na natureza pelas leis da própria natureza.



Segundo Sérgio Felipe de Oliveira, a pineal captaria informações do mundo espiritual por ondas eletromagnéticas, como “um telefone celular”, e as transformaria em estímulos neuroquímicos.

A parapsicologia diz que estes campos eletromagnéticos podem afetar a mente humana. O dr. Michael Persinger, da Laurentian University, no Canadá, fez experiências com um capacete que emite ondas eletromagnéticas nos lobos temporais.



As pessoas submetidas a essas experiências teriam tido “visões” e sentiram presenças espirituais. O dr. Persinger atribui esses fenômenos à influência dessas ondas eletromagnéticas.



Pesquisas recentes indicam que a pineal está ligado a dois centros nervosos, um de cada ouvido. Estes dois centros nervosos, e mais o centro situado na própria glândula, formam um triângulo, com a pineal no centro da cabeça com o ápice ou vértice superior, e dois centros nervosos dos ouvidos formando a base. Assim, os pesquisadores elaboraram o princípio de que tudo o que afete os tímpanos afetará a pineal, qualquer princípio que afete a pineal afetará os tímpanos.

A glândula está localizada em uma área cheia de líquido. o som faz o líquido vibrar, provocando uma reação na glândula. Essa belezinha, converte ondas eletromagnéticas em estímulos neuroquímicos.



A Física Quântica diz que tudo é vibração e nós vibramos em diferentes freqüências, também somos influenciados em diferentes freqüências, por meio natural ou não (falaremos disso mais tarde).

Estamos sendo bombardeados com energias vindo da galáxia, incluindo o bombardeio do Sol, tudo isso afeta a Terra e logicamente nos afeta.

Sempre vibração e som, recentemente os cientista conseguiram até reproduzir o som do Sol nas suas explosões solares.

Quanto mais se intensifica o som, mais a pineal "trabalha", quanto mais ela trabalha, mais se intensifica o som, formando um circulo que nos leva rapidamente ao estado de projeção consciente.

Sendo assim, meus amigos, os barulhos, zumbidos, apitos, sininhos...que você pode estar ouvindo diariamente ou esporadicamente são produzidos pelo trabalho/desenvolvimento da glândula pineal e todo um fator externo está contribuindo para isso. Nós estamos literalmente escutando essa belezinha trabalhar.

Essa glândula é nossa conexão com outras dimensões, nossa glândula foi danificada ao looongo do tempo, por falta de uso, química (veneno) nos nossos alimentos, poluição e acredito que a nossa contribuição tenha realmente sido a maior de todas, porque caímos nas ilusões materialistas e hoje somos extremamente apegados a tudo que os nossos 5 sentidos podem tocar, sentir, ver e ouvir...

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Pra terminar, vou deixar um exercício de meditação de desenvolvimento energético da pineal. Um exercício diferente, mas bem gostoso de realizar.



Certos exercícios psíquicos provocam um zumbido que começa a se manifestar nos ouvidos e persiste por algum tempo. Esse zumbido indica que alguma energia ou ação está sendo transmitida aos tímpanos, a partir da pineal. (Pesquisa feita pela Universidade de Basle na Suíça).



Deverá ser feito no escuro, onde a produção do hormônio da pineal aumenta.




- Por uma ou duas semanas, deve-se relaxar por alguns minutos, coloque o dedo indicador de cada mão o mais para dentro do ouvido que seja possível sem pressão incômoda;






- Enquanto os dedos estiverem nesta posição nos ouvidos, tomem uma inalação profunda pelo nariz e retenha o quanto possível;






- Mantenha a boca fechada, quando não puder mais prender a respiração, exale lentamente pelo nariz;






- Conserve os dedos nos ouvidos durante todo o tempo que esteja inalando,retendo e exalando;






- Respire normalmente por mais ou menos 30 segundos e repita o procedimento por 10 vezes.






Ao terminar, você sentirá um calor nos dutos auditivos.






A respiração pelo nariz, com os dedos colocados nos ouvidos, estabelece um circuito bem definido de vibrações positivas e negativas, que afetem os centros nervosos do crânio, o centro nervoso da tireóide, e os centro nervosos de cada um dos dois dedos.






O resultado deste exercício, se praticado conforme a instrução, será a desobstrução do nariz para a respiração e dos ouvidos para a audição, a eliminação de qualquer congestão craniana, o desenvolvimento da sensibilidade dos nervos do nariz a ponto de perceberem novos odores ou facilitar a os já conhecidos.





Ao mesmo tempo, a pineal irá despertar gradativamente, com crescente vitalidade para as funções psi.



D.Mahasthi

sábado, 24 de setembro de 2011

UMA PROPOSTA DE ÍNDIGO-MEDITAÇÃO

O que adianta saber-se "índigo" e permanecer com as mesmas inquietações, angústias, depressões , dificuldades de auto-aceitação e de imposição de si mesmo ao meio onde vive?
O fato de ter características índigo é , por um lado , uma experiência de vida maravilhosa e, por outro algo que leva-nos a sentir como peixes fora d'água já que pouco conseguimos nos adaptar às regras impostas pela sociedade ( incluindo... pelos nossos pais).


Posso lhes adiantar que há uma forma muito simples de chegarmos ao equilíbrio interior sem que precisemos modificar as pessoas à nossa volta ( ainda não chegou o tempo de mudá-las, mas sim de mudar a nós mesmos primeiramente).


Se fossemos pessoas "normais", se é que a sociedade em que vivemos pode ser considerada normal, lhes diria que deveriam praticar qualquer tipo de MEDITAÇÂO.


Como temos algo que nos diferencia da maioria das pessoas que medita de acordo com os conceitos conhecidos sobre o estado meditativo, a nossa prática terá que ser diferenciada também.


Teremos que aprender a entrar em profunda sintonia com nossa essência espiritual ( que muitos chamam de energia interior, mestre silencioso, fagulha Divina, Pequena chama Divina que habita em nós... não importa o nome que se dê, mas à concepção que se faça dela).


E como conhecer essa essência?


A percepção da presença da essência espiritual em nós é o primeiro passo para acreditarmos na possibilidade de sua existência em nós.


Claro que acreditamos nisso!


Sempre ouvimos falar dessa energia interior! Acontece que nunca a sentimos dentro de nós. E é tão fácil senti-la.


Só que as coisas muito fáceis, nem sempre são levadas à sério. E, fazer contato com nossa essência é um dos passos mais sérios que podemos dar em relação ao nosso auto-conhecimento, à nossa auto-estima, ao desenvolvimento de nossos potenciais e de nossos dons.


Muitas pessoas tê dificuldade em concentrar-se para meditar e pensam que jamais conseguirão chegar a conhecer essa energia espiritual.


No entanto, para iniciar esse contato, pouco lhes será exigido, a não ser 10 minutos direcionados à preparação para sintonizar com a essência.


Não é exatamente um exercício, mas um ritual, onde , após algum tempo, cada um estará sentindo a presença desse ser interior que muito EQUILÍBRIO, SAÚDE, PAZ e SABEDORIA lhes trará.


A seguir, deixo-lhes um vídeo onde poderão iniciar a prática da meditação da qual lhes falo.



video


O texto foi elaborado por mim e, a gravação tem a minha voz

O fundo musical: Philip Chapman ( Return of the Angels - Everlasting Love)

Vídeo: Teve um problema técnico e , por ora está suspenso.
Link para Free Download do audio..
http://rs28.rapidshare.com/files/21557211/02_Faixa_2.wma